Apr 24, 2014

CISTUS E HALIMIUM PRODUZIDOS



 A família cistaceae é constituída por cerca de 200 espécies distribuídas em 8 géneros diferentes. A sua distribuição centra-se maioritariamente nas zonas temperadas da Europa e, principalmente, na bacia mediterrânica, aparecendo em menor número no continente americano. Em Portugal podemos encontrar 5 géneros (Cistus, Fumana, Halimium, Helianthemum, Tuberaria) que incluem 34 espécies. A SIGMETUM produz neste momento 6 espécies de Cistus e duas espécies de Halimium, descritos em baixo.
Os Cistus e Halimium são pequenos arbustos perenes, originários da bacia do mediterrâneo. Constituem parte importante da formação vegetal dos maquies e garrigues (matorral mediterrânico) com solos secos e rochosos.
As flores são formadas por 5 grandes pétalas, entre brancas, rosas e amarelas. Os muitos gomos florais abrem durante vários dias, durando as usas pétalas apenas algumas horas, caindo e forrando o chão de cor. Com muitos estames, a produção de pólen atrai muitos insectos, como as abelhas.
As cistaceae desenvolveram uma estratégia para tirar partido dos incêndios periódicos característicos das regiões mediterrânicas. Produzem uma grande quantidade de sementes, em que apenas uma pequena percentagem está pronta a germinar. A maioria encontra-se dormente, precisando do calor dos incêndios para conseguir “despertar” e germinar. Esta é uma das razões porque estas espécies são consideradas pioneiras, revestindo solos degradados e preparando-os para que outras espécies possam surgir.
As cistaceae são parasitadas por plantas do género Cytinus. Estas absorvem os nutrientes que necessitam das raízes das plantas hospedeiras e por isso não têm necessidade de ter folhas. Apenas se conseguem observar no período de floração, onde um conjunto de pequenas flores irrompe do solo. Existem duas espécies de Cytinus em Portugal: C. hypocistis, de flores amarelas e, menos comum, Cytinus ruber de flores brancas, parasita do Cistus albidus.
Cistus e Halimium produzido pela SIGMETUM:

Cistus albidus - roselha-grande
Ecologia: Matos baixos, clareiras e orlas de bosque (azinhal). Prefere solos calcários.
Floração: Rosa; Fev-Mai
Distribuição: W Região Mediterrânica; Portugal: interior e Centro litoral.

Cistus crispus - roselha
Ecologia: Matos baixos e clareiras de sobreiral. Prefere solos argilosos.
Floração: Rosa; Abr-Jun
Distribuição: W Região Mediterrânica, desde Portugal e Marrocos ate à Sicília e Tunísia, ausente na Itália e nas outras ilhas Mediterrânicas; Portugal: todo excepto N.

Cistus monspeliensis - sargaço
Ecologia: Matos baixos e clareiras de bosque perene. Indiferente edáfica.
Floração: Branca; Jan-Jun
Distribuição: Região Mediterrânica e Macaronésia; Portugal: Centro e Sul.

Cistus populifolius - estevão
Ecologia: Encostas frescas. Suporta ensombramento. Calcífuga.
Floração: Branca; Abr-Jun
Distribuição: S França e Península Ibérica; Portugal: Sul e todo o interior.

Cistus psilosepalus - sanganho
Ecologia: Urzais em zonas de clima humido. Suporta ensombramento. Calcífuga.
Floração: Branca; Abr-Ago
Distribuição: W Península Ibérica, Portugal: Norte, Centro e Litoral Sul.

Cistus salviifolius - estevinha
Ecologia: Ampla ecologia. Prefere solos ácidos.
Floração: Branca; Fev-Mai
Distribuição: Região Mediterrânica e Macaronésia; Portugal: todo.

Halimium calycinum - sargacinha
Ecologia: Matos baixos em dunas estabilizadas e solos arenosos perto do litoral.
Floração: Amarela; Jan-Abr
Distribuição: Península Ibérica e NW de Marrocos; Portugal: Litoral Centro e Sul.

Halimium halimifolium - sargaça
Ecologia: Matos baixos e sob pinhal ou sobreiral perto do litoral. Solos arenosos com clima húmido.
Floração: Amarela; Mai-Jul
Distribuição: Península Ibérica e Marrocos; Portugal: Litoral Centro e Sul.